Cyberpunk Wiki
Advertisement

2077Icon

Evelyn Parker é um personagem em Cyberpunk 2077. Ela é amante de Yorinobu Arasaka, e tem laços com os Moxes.

Biografia[]

A inteligência e ambição de Evelyn Parker conduz ela para demandar mais da vida. Seu objetivo de começar sendo uma atriz profissional, sua racionalidade para negócios, levou-a dos Moxes para um trabalho na casa noturna Clouds, mas esse salto em sua carreira rapidamente se tornou algo muito mais definitivo.

Em 2077, Evelyn foi uma frequente convidada e amante de Yorinobu Arasaka no Konpeki Plaza. Os Voodoo Boys aprendeu com isso e contratou ela para produzir uma gravação "braindance" da suíte de Yorinobu para um roubo planejado. Evelyn descobriu por conta própria que os Voodoo Boys estavam atrás de um biochip que Yorinobu estava escondendo chamado de Relic, que continha o engrama de Johnny Silverhand, e que os Voodo Boys precisavam disso para atrair Alt Cunningham. Ela decidiu roubar o Relic para lucro próprio e contatou NetWatch, oferecendo para dar isso para eles em troca de dinheiro, proteção e uma nova identidade.

Para isso, Evelyn contratou o fixador Dexter DeShawn para planejar e roubar o Konpeki Plaza. DeShawn, por sua vez, trouxe V, Jackie Welles e T-Bug. Evelyn insistiu em encontrar V pessoalmente no Bar de Lizzie, e os forneceu uma cópia dos braindances das memórias de Liaison com Yorinobu na sua suíte, no qual Judy Alvarez e T-Bug auxiliar na navegação para marcar a localização oculta da Relíquia e analisar a configuração de segurança. Em particular, após o braindance, Evelyn pediu a V para trazer a Relíquia diretamente para ela e cortar DeShawn fora do circuito, mas se recusou a revelar o porquê.

Após o roubo desmoronar, Evelyn passou vários dias no Bar de Lizzie sob a proteção dos Moxes, mas acabou decidindo voltar a trabalhar em Clouds. Lá, enquanto ela estava com um cliente e conectada à Internet, os Voodoo Boys lançaram um poderoso vírus nela para tentar silenciá-la, já que ela sabia muito sobre a Relíquia e os traiu. Evelyn sobreviveu ao ataque, mas seu software cibernético foi frito pelo vírus e a deixou semicoma, embora ciente de seus arredores. O proprietário dos Clouds, Oswald Forrest, apelidado de "Woodman", tentou restaurá-la, mas nada funcionou, e ele a estuprou por algum tempo (Implante BD de Parker registraria os estupros) antes de entregá-la ao ripperdoc Fingers por uma última tentativa de fixar o cyberware dela. Quando Fingers falhou, Woodmandispensou Evelyn e a deixou com o ripperdoc como pagamento. Fingers eventualmente contatava seu fixador, Wakako Okada, e vendeu Evelyn para os Scavengers para ser usada na produção snuff BDs, que seriam vendidos ao mercado negro. Maelstrom reconheceu o potencial de Evelyn uma garota sofisticada e o BD cyberware, e ao invés de matá-la em um simples BD, eles a mantiveram vive durante múltiplos BDs, forçando-a a suportar situações indescritíveis, uma após a outra.

V e Judy Alvarez refizeram o caminho de Evelyn para encontrá-la, já que V queria saber quem originalmente a contratou para fazer o braindance da suíte de Yorinobu no caso de eles poderem ajudar a salvá-los dos efeitos terminais da Relíquia. Eles localizaram Evelyn em uma usina de energia abandonada e a resgataram, mas ela não respondia e não podia dar a V as respostas de que precisavam. Judy a recebeu em seu próprio apartamento e cuidou dela enquanto ela se recuperava. Infelizmente, um dia, enquanto Judy estava comprando mantimentos, Evelyn se deitou na banheira e cortou os pulsos, aparentemente oprimida demais por suas experiências torturantes para continuar. Judy voltou para encontrá-la já morta e contatou V. Judy conseguiu recuperar mais gravações de BD de Evelyn, incluindo uma que mostrava o estupro e abuso de Woodman, revelando que Evelyn havia trabalhado com os Voodoo Boys. Posteriormente, Judy teve o corpo de Evelyn cremado e enterrado no Columbarium.

Trabalhos associados[]

  • Automatic Love
  • Disasterpiece
  • Both Sides, Now
  • I Walk the Line (mencionado no computador de Bryce Mosley)

Referências[]

Advertisement